Canal 100 x São Paulo

O São Paulo não combina com o Canal 100. Isso, digo na lata, sem rodeios. Direto ao ponto. O campeão brasileiro de 2007 não se sairia bem nas câmeras do Canal 100.

Explico.

O Canal 100 ficou marcado pelo modo inovador que registrou partidas de futebol. Diferente de tudo que se fazia na época em que existiu (1958 – 1986); e diferente de tudo que foi inventado até hoje.

A câmera era na altura dos jogadores, como se o espectador estivesse na geral. Mas era melhor que a geral, porque onde a bola fosse a câmera ia atrás. Não só isso, o Canal 100 exibia todos os lances em câmera lenta. O futebol se transformava em espetáculo, em obra de arte.

Vendo os filmes do Canal 100, tem-se a impressão de que o tempo passa diferente. Os cinegrafistas e editores dilataram o tempo até criar uma nova cadeia espaço-temporal especial pro torcedor, agora na sala de cinema. O Canal 100 focava o detalhe, dava tempo aos jogadores, olhava de perto a dúvida do passe, a preparação do drible. A câmera lenta mostrava cada segundo da angústia do goleiro frente à bola, focava o pé do armador no momento do passe. Uma simples jogada era a ocasião mais importante do dia.

 

 

A magia do “futebol Canal 100”

O futebol era um grande baile de artistas, cheios de paixão e de criatividade, passíveis de hesitação, expostos ao erro, mas, é claro, brindados com uma brilhante jogada e um golaço.

O São Paulo Futebol Clube não tem nada disso. O futebol do clube paulista é mecânico, duro, enrijecido. Muricy Ramalho não quer um espetáculo, ele quer o resultado, oras, a vitória acima de qualquer coisa. Em vez de paixão, há pura e simples dedicação. O talento não ocupa nem 10%, é cem por cento transpiração. Não é isso, afinal, o que importa? Ganhar, ganhar, ganhar.

A “eficiência burocrática” do São Paulo

 

A “eficiência burocrática” são-paulina

Não pro Canal 100. Não pro craque, pra centelha de inspiração que pode acender a qualquer momento. O Canal 100 talvez não se importe com o resultado, tanto que em muitos de seus cinejornais não havia imagens de todos os gols da partida. O futebol estava em um plano muito mais alto do que a engenhoca de muricys, parreiras e afins.

O São Paulo é um time muito perfeito para o Canal 100. O jogador sabe pra onde tocar antes de pegar na bola, e efetua a jogada como quem anda pra frente, sem pensar. Robôs presos a esquemas táticos.

O Canal 100 não buscava o futebol imperfeito, mas o futebol verdadeiro, apaixonado e apaixonante.

Como o São Paulo, muitos outros. E se o exemplo do “futebol vencedor” prevalecer, o Canal 100 continuará sem poder desfraldar suas lentes. Talvez seja melhor assim, pois não merece registrar em suas grandiosas lentes o futebol morto dos dias de hoje.

8 Respostas to “Canal 100 x São Paulo”

  1. Laura Says:

    Ahhh amooor!!! Gostei muitooo!!! muito muito muito!!!
    Você escreve muito bem!
    beijoteamo

  2. fdpuc Says:

    Guilherme Coreixas

    Texto bom, mas parece texto de botafoguense. Time que joga bonito e o resultado não importa.
    Se futebol burocrático de resultado não importasse, você não estaria indo ao Maracanã. Porque, infelizmente (ou felizmente) é o que nosso time joga. O suficiente pra vencer de 1×0 (sempre).

    Isso que importa! Bola na rede

  3. fdpuc Says:

    Não tô pedindo pra jogar bonito ou pra praticar futebol interessante.

    Não chego a tanto, reconheço as limitações do futebol no Brasil.

    O que eu quero é mais paixão, mais raça, mas disposição. E isso é raro o time do São Paulo apresentar. Como eu disse, eles são “perfeitos demais”, robotizados. O Flamengo não, tem a torcida, lota, grita, incentiva. O SP durante todo o campeonato como líder não conseguiu bater o recorde de púliboc (só uma vez) ou fazer uma média maior que a do Fla que ficou grande parte do Brasileirão lá embaixo e mesmo assim lutou.

    E, é claro, isso reflete no campo. E é disso que o Canal 100 gosta.

    E o Fla pode vencer jogando mal, que eu serei o primeiro a criticar! Vou comemorar, óbvio, mas pelamordedeus, que crie umas jogadas mais e tenha mais unidade. Aí seria perfeito pro Canal 100.

    Castello.

  4. fdpuc Says:

    Mais uma coisa: futebol defensivo, covarde e faltoso do São Paulo não é o futebol que eu quero pro meu time.

    Pelo menos o Mengão não é nada disso…

    Castello.

  5. fdpuc Says:

    Você disse que o time do São Paulo é perfeito demais, logo eles tem paixão, raça e disposição. Esses três são importantissimos elementos para um time campeão. Goste ou não é eficiente.
    Quanto a torcida a do Flamengo é inegavelmente a mais apaixonante. Os são-paulinos usam um argumento para explicar essa média de pública (está em 3º, o que não é nada mal) é que a torcida do São Paulo é time de Libertadores. Pode até discordar, o que eu acho um tanto sem lógica, mas é o que os bambis pensam.

    E o Flamengo falta criar jogadas bonitas. Jogadas que mesmo que não resultem em gols deêm alegria para a torcida.

    Eu de novo

  6. fdpuc Says:

    Perfeito não é ter paixão, raça, disposição.

    Perfeito, no sentido que eu quero dar, é o oposto disso.

    Um time perfeito, como o SP, que se encontra em primeiro lugar do campeonato, tem como objetivo “não errar”, ou seja, quer continuar como está, obviamente.

    Já o Flamengo, longe da primeira colocação (agora não mais), quer sempre fazer o certo, procura o melho jeito, sempre com disposição, raça e paixão (oh meu mengo!) pra tentar melhor, jogar o melhor possível.

    O Flamengo não é defensivo, basta ver os jogos no Maracanã, principalmente no primeiro tempo. Santos, Cruzeiro, São Paulo, nenhum deles conseguia chegar na área do Flamengo, que fechava os espaços no meio de campo, não que nem o SP, que recua, espera e NÃO ATACA (jogo-chave pra entender isso: Vasco x SP em São Januário-só-tem-cuzão).

    E o que eu questiono (e muita gente comigo, vide Copa do Mundo 2006 com o Brasil se fudendo) é a tal “eficiência”. Até que ponto os fins justificam os meios? Coloco esse SP campeão 2007 quase no nível de uma Grécia campeã européia em 2004 ou Once Caldas, campeão da américa em 2005. Mesmo futebol mesquinho.

    Castello.

  7. Aquele maluco daquele filme Says:

    Gostaria de passar o link do vídeo do canal 100 sobre a vingança rubro-negra 9 anos depois 6 X 0 contra o botafogo: http://youtube.com/watch?v=T73uC6P-raU.
    Perfeito. E o canal 100 não deveria voltar. O campeonato brasileiro não merece (comentário típico do Calanzans)

  8. Alexandre Inagaki Says:

    E pensar que torço para um time que está na série C do Brasileiro. Ê dureza.😦

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: