Romário é o cara!

Domingo concorrido. Também postarei hoje, porque amanhã tem algo reservado. E porque fiquei com inveja. Ficaria com muitos ‘posts’ a menos. 

Finalmente aconteceu! Os cadernos especiais sobre o milésimo gol de Romário vão para as bancas, os especiais da Globo serão exibidos. Depois de muita expectativa e frustrações o milésimo gol saiu.  

Não foi no Maracanã, palco que o Baixinho planejava. Não houve a badalação internacional que acontecia nos jogos pelo Campeonato Carioca. Nem o glamour esperado por todos os amantes, ou não de futebol. Uma coisa foi como o astro queria, o tão esperado gol foi de pênalti, para todos pudessem ver. Apesar dos contratempos, nada tira o mérito do feito histórico.  

Há diversas controvérsias sobre os números. Dizem que ele conta gols de futebol de botão, e uns acreditam. Jornalistas chatos também falam que há gols inexistentes. Não interessa nada disso. Acho que todos deveriam ter abraçado a idéia e incentivado o Baixinho.  

Também têm discussões sobre quantos jogadores passaram dessa marca. Uns dizem que o brasileiro Arthur Friedenreich fez mais de 1400 gols. Outros que também teriam sido ‘milionários’ são Ferenc Puskás Biró (hungáro) e Gerd Muller (alemão).  

Não interessa, Romário entrou pra história nesse domingo. Alias, nada interessa! Romário é o CARA. Queria muito estar no estádio no dia do milésimo, mostrar para filhos e netos o ingresso do jogo e eles rirem da minha cara (até lá os ingressos serão por impressão digital). Mas parece que ele não quis. Acho que eu era o problema.  

O cara tem facilidade de fazer gols. Estar no lugar certo na hora certa. Fazer uma lista dos gols mais bonitos do Baixinho é uma das tarefas mais difíceis. Vários foram marcantes. Como: o “bate pronto” contra a Holanda na Copa de 94; os dribles nos zagueiros europeus; os biquinhos inesquecíveis. Por questão de tempo e espaço, vou apenas citar dois que na minha opinião são “SACANAGEM”! 

Meu caro amigo Castello já citou aqui o gol do Romário contra o Corinthians como gol inesquecível positivo. O comentário foi (quase) perfeito. Descreveu certinho: Romário no seu “habitat natural”, movimento mágico da bola, o elástico fantástico, a caça incessante do Amaral pela boa – que dura até hoje. Faltou um comentário que o próprio Romário falou e torna o gol mais incrível ainda. No lance, Gamarra, que na época era o melhor zagueiro do mundo, está na cobertura do Amaral. Mas com o drible o jogador paraguaio fica “vendido” no lance. E Romário vai lá e pimba, gol.   

http://www.youtube.com/watch?v=ek2cZ1fa6io 

O outro gol, eu acho o mais bonito. Foi pelo Barcelona no Campeonato Espanhol. O grande atacante recebe um lançamento, domina no peito e de primeira manda de cobertura. Até ai mais ou menos normal. Só que aonde ele recebe a bola e o jeito que ele dá o tapa na bola que me impressiona. Sem olhar pro goleiro, (bem) fora da área.  Não consigo palavras pra descrever. Sou super fã do Romário e esse é o gol mais bonito, na minha humilde opinião.  Ai vai o vídeo.  

http://www.youtube.com/watch?v=LKkAhnxcgVo 

Estão os links pra ver no youtube. Podem ver que vale muito a pena.
 
Hoje Jadel Gregório bateu o recorde brasileiro do salto triplo, que estava a mais de 20 anos. Parabéns!

Hoje também será a minha retomada no Cartola FC!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: