É CAMPEÃO!

Nada de rapidinha de domingo ou contextualização da realidade (não desmerecendo o genial texto do americano, mas os botafoguenses hoje deveriam ficar quietinhos no canil): o que importa é:

O FLAMENGO É O CAMPEÃO CARIOCA 2007!

é campeão!

OH MEU MENGÃO, EU GOSTO DE VOCÊ, QUERO CANTAR AO MUNDO INTEIRO A ALEGRIA DE SER RUBRO-NEGRO! CONTE COMIGO, MENGÃO!, ACIMA DE TUDO RUBRO-NEGRO!

PUTA QUE PARIU! É O MELHOR GOLEIRO DO BRASIL! BRUNO!

Não custa nada gritar mais uma vez:

É CAMPEÃO! É CAMPEÃO! É CAMPEÃO!

E não custa nada constatar:

UH TÁ MANEIRO, O DODÔ É PIPOQUEIRO!

IL IL IL SILÊNCIO NO CANIL!

ISSO É TIME! MENGÃO CAMPEÃO!

Partiu quarta-feira lotar o Maracanã de novo (hoje foi lindo!), eu acredito! 4 x 0! E ainda tá valendo dois podrões! AVANTE MENGÃO!

4 Respostas to “É CAMPEÃO!”

  1. Massa Says:

    Vou deletar esse post inútil.

  2. Massa Says:

    Porra, sério. Desrespeitando o pedido da Lívia, vamos instaurar uma porra de uma análise do jogo e do esporte em geral:

    futebol realmente não é uma porra de um esporte justo. Se fosse por merecimento, o Botafogo seria um dos maiores campeões da história do futebol, teria sido eleito o primeiro no ranking da FIFA nos melhores do século e não o décimo-terceiro ou sei lá o quê.

    O jogo foi aberto, o resultado foi justo. A derrota do Fogão começou com a expulsão do Julio Cesar no primeiro jogo, que culminou com o empate do Flamengo. O Botafogo jogou melhor em certos momentos do jogo de ontem, e o Flamengo não ficou longe da atuação do Alvinegro. O fato é que a arbitragem – como de costume – comprometeu a porra do resultado e o Dodô fez aquela merda. Como diria o Luiz Roberto: “um jogador da experiência, do calibre do Dodô não pode cometer uma falta gravíssima como essa.” Esse foi o segundo ponto que comprometeu a vitória do Fogão. E o terceiro foram as chances desperdiçadas pelo meio-campo/ataque quando o jogo ainda estava dois a um.

    O fato é que a porra do time de preto foi campeão. Não vou tirar o mérito da macacada. Mas já que tudo nesse país se resolve com CPI, vamos reabrir a porra da CPI do apito, porque essa porra de Djalma fode o Botafogo pela segunda vez. O que prova que a PM é corrupta mesmo. Depois de uma crise em que um dos principais jogadores do Flamengo é liberado, não existe a possibilidade do time jogar tão bem. É por isso que o porco safado do árbrito dá aquela forcinha.

    Então, torcedores de final, VÃO TOMAR NO CU!

  3. Massa Says:

    Comentário número 3, matéria publicada no Jornal dos Sports:

    Presidente Bebeto de Freitas diz que a arbitragem tirou o título das mãos do Botafogo

    O trio de arbitragem roubou a cena e mais uma vez decidiu um campeonato. Ao Botafogo, restou a indignação. Numa jogada capital da partida, Dodô poderia fazer o gol do título, aos 45 minutos do segundo tempo, se não fosse impedido pelo auxiliar Hilton Moutinho Rodrigues. Em posição legal, o atacante recebeu na área e, depois da marcação da suposta irregularidade, chutou e fez aquele que seria o gol da artilharia isolada do Carioca. Nesse momento, apareceu o árbitro Djalma José Beltrami. No último minuto do jogo, ele mostrou o segundo cartão amarelo e, conseqüentemente, o vermelho e expulsou aquele que seria o principal cobrador de pênaltis do time. A s palavras acima são do presidente Bebeto de Freitas, que não escondeu a sua revolta com o trio de arbitragem.

    “O que não pode deixar de ser dito é que mais uma vez fomos prejudicados. E o que é pior, pelas mesmas pessoas. Esse Moutinho foi o mesmo que validou o gol do Marcão, na Sul-Americana. E esse Djalma Beltrami também não é a primeira vez que faz isso. Peço a ajuda da imprensa para denunciar isso. Espero que não brinquem mais com o Botafogo”, afirmou.

    Mesmo com um tom de revolta, ele ainda encontrou palavras para parabenizar o adversário.

    “Primeiramente, gostaria de parabenizar o Flamengo que foi o campeão. Com carinho e orgulho, eu digo o mesmo aos jogadores do Botafogo. Há muito tempo, o clube não tinha uma equipe tão lutadora como essa”, disse.

    Bebeto não perdeu a chance de alfinetar a Federação de Futebol do Estado do Rio (Ferj), e lembrou que fez uma solicitação em vão.

    “Além do impedimento que não existiu, eles ainda expulsaram o Dodô. Sempre os mesmos. Tiraram o título do clube. E nós ainda pedimos para que eles não fossem escalados. Mas não temos mais forças para lutar contra a Federação e a arbitragem. Temos R$ 300 mil a receber referentes à Taça Rio e não sabemos onde está o dinheiro”, alertou.

    O cartola não teve papas na língua ao comentar um deboche do árbitro antes da partida. “O Beltrami disse que o Botafogo tinha que se preocupar com preparador de goleiros. Ele teve a cara-de-pau de falar isso. Um irresponsável que precisa de óculos para apitar os jogos”, completou.

    Ao Botafogo, fica a dor de ter feito uma campanha muito boa e ver escapar o título no fim. Há 11 jogos invictos, o time não perdeu nenhum clássico. No total, foram seis.

    Já o Flamengo conquistou o Carioca sem sequer ter vencido um clássico. Foram três empates com o Botafogo, e derrotas para Fluminense e Vasco.

  4. Castello Says:

    Deleta que eu quero ver! Torcedor de final é a puta que pariu!

    Primeiramente, o post obviamente não visava analisar nada do jogo em si, apenas serviu para expressar minha enorme satisfação com a vitória do Flamengo.

    Futebol não tem nada de merecimento ou coisa do tipo. Futebol é ser humano e o ser humano não é certo em suas escolhas, totalmente imprevisível.

    Como você bem ressaltou em 3 pontos, o Botafogo perdeu o título desde o primeiro jogo. Mas podia ter revertido ontem e não reverteu. Se o Botafogo realmente fosse o melhor time e superior, teria revertido, ou não? Não teve a menor competência em fazer o terceiro gol, e olha que teve oportunidade de sobra.

    Aí, o fator humano decidiu. Num chute lindo de longe (esse o verdadeiro gol de placa da noite), Renato Augusto empatou. E nos penaltis, falou mais alto o maior TIME como TIME. TIme de futebol não é só esquema tático. O Botafogo dominava o meio-campo mas não conseguia fazer gol. Não tinha alguém ali pra finalizar, tomar as rédeas. Desse jeito: Meng’ao campeão.

    Agora, tem que ter até divisão no texto, porque é um assunto toalmente diferente.

    O Botafogo não cansa? O Bebeto não cansa? Todo jogo que o resultado é negativo eles tem que criticar a arbitragem?

    Primeiro, tem que deixar claro, como a matéria deixou, que não foi um “gol mal anulado”, mas sim um “impedimento mal marcado”. Erros acontecem? Claro. E não me venha dizer que é só contra o Botafogo. O Dodô poderia ter pego aquela bola livre e perder o gol. O bandeirinha, na dúvida, preferiu não dar a vantagem. Agora, o Botafogo seria campeão se o jogo tivesse seguido? Ninguém sabe.

    Eu também posso argumentar que a falta que originou o primeiro gol do Botafogo (do Claiton no Zé Roberto) não foi falta – porque não foi! – mas deixa pra lá. O Botafogo não é o único “garfado”.

    E o Dodô foi CORRETAMENTE expulso. Ele claramente ouviu o apito, tanto que chutou displicentemente pro gol, quase nem olhando, fraqunho. A regra é clara. O jogo tá parado e o jogador mesmo assim continua e chuta pro gol: amarelo. Segundo amarelo, vermelho. Expulso.

    E o Dodô batendo penalti teria resolvido pro Botafogo? Provavelmente não. Ele talvez fosse o último (ou até o terceiro) a cobrar, e Lucio Flavio e Juninho teriam perdido do mesmo jeito.

    Não adianta chorar, o Flamengo é campeão carioca 2007.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: